Latest Entries »

O Mapa “The Future of The Social Web/The Five Eras Of The Social Web” da Forrester Research [http://www.forrester.com] traz um panorama, onde as relações sociais e Internet estão dispostas, de forma orgânica e não hierárquica, em 5 Eras:

1) Era das Relações Sociais: Pessoas se conectam e compartilham;
2) Era da Funcionalidade Social: Redes sociais se tornam como o sistema operacional;
3) Era da Colonização Social: Toda experiência agora pode ser social;
4) Era do Contexto Social: Conteúdo personalizado e preciso;
5) Era do Comércio Social: Comunidades definem o futuro dos produtos e serviço.

Este panorama, está sintetizado em um raciocínio/post por Jeremiah Jowyang, em [http://www.web-strategist.com/blog/2009/04/27/future-of-the-social-web]. E resumido e traduzido por Dax [http://daxfdr.wordpress.com/2009/05/22/the-future-of-social-web/]. Ambas as leituras são produtivas.

Buscando informações na área de usabilidade e comércio eletrônico, encontrei os eventos da Ikeda [http://www.ikeda.com.br/eventos_sobre_loja_virtual.aspx], produtora do Ikeda e-Commerce.

O vídeo abaixo, traz Mercedes Sanchez [http://www.mercedessanchez.com.br], especialista em usabilidade, trazendo pontos importantíssimos para área de user experience e e-commerce. O Webseminário tem em média 75 minutos. E vale cada minuto.

Via: http://www.ikeda.com.br

O Post do Fabrício Teixeira, do Arquitetura da Informação [http://arquiteturadeinformacao.com/2009/08/06/livros-de-user-experience-gratuitos-e-online/], traz ótimos links de livros de User Experience (UX) nas áreas de Design de Interação, Human-Computer Interaction (HCI) e Acessibilidade. Além dos livros vale uma navegada pelo próprio blog Arquitetura da Informação e o The UX Bookmark.

Nós, profissionais brasileiros, já estamos cansados de saber da qualidade e retorno do SEO/SEM. Mas este post é dedicado aos profissionais de marketing e donos de empresas que, ainda tem medo de investir em Internet, seja pela falta de cultura ou pelo mau serviço prestado anteriormente. Aqui vai uma dica, comecem com profissionais de estratégia web qualificados e devagar, mas comecem. O investimento é baixo. E uma vez conquistado os benefícios, a segurança é estabelecida, e o retorno visível.

O post de Paul J. Bruemmer, na Marketing Today [http://marketingtoday.com/emarketing/0305/b2b_importance_sem.htm], traz uma pesquisa da Inquiro Research [http://www.enquiro.com/], com o seguinte ponto de vista:

O Marketing de Ferramenta de Busca (SEM : Search Engine Marketing) é rentável o suficiente para aumentar os lucros do mercado B2B (Business To Business)? Pode apostar que sim, e já sabemos o porquê. Pois está na web o jeito mais fácil de pesquisar produtos e preços.

A pesquisa da Inquiro “O papel da busca na decisão de compra no B2B” de 2004 pode parecer antiga, mas foi realizada com aproximadamente 1.500 pessoas, e traz informação suficiente, e encorajadora, para prestarmos atenção no mercado brasileiro, entre elas:

  • 93,2% dos participantes procuram online na hora de realizar uma negociação de B2B.
  • 63.9% dos pesquisados iniciam a procura por informação, em ferramentas de busca, sobre consumidores em reviews de sites, e-commerces, sites de fabricantes e portais de indústrias.
  • Quando o orçamento é o elemento mais importante, sites de fabricantes e portais de indústrias são os escolhidos como ponto de partida para o aumento no orçamento. De qualquer forma 86.9% dos participantes dizem que utilizam ferramentas de busca depois de vistarem estes tipos de websites.

Entre as principais conclusões na pesquisa da Inquiro Research, e destacadas por Bruemmer, estão:

  • Ferramentas de busca tem um papel dominante na compra B2B;
  • Ferramentas de busca são utilizadas na fase inicial ou intermediária do processo de compra;
  • O Google é a ferramenta de busca preferida;
  • Sites de busca são utilizados pelo menos de um a dois meses antes da decisão de compra
  • É necessário um enquilíbrio entre a busca orgânica e a paga. SEO orgânico traz mais de 70% dos clicks.
  • Posicão é um fator importante, com mais de 60% dos clicks nos 3 primeiros links listados.

Bruemmer conclui que com todo este tráfego qualificado de busca, é mais importante do que nunca, os comerciantes B2B e atacadistas tenham certeza de que seus websites estejam corretamente otimizados para um bom posicionamento em resultados de busca. E que existe também um grande valor em SEO/SEM, como uma ferramenta de marketing de fácil uso.

Para ver a pesquisa completa acesse: [O papel da busca na decisão de compra no B2B].

Vale também uma lida em outros materiais da Inquiro [http://www.enquiro.com/] e no [http://marketingtoday.com].

Lista sobre 20 livros sobre experiência do usuário. Via @felipe_pp @guimarques @guimarques
[http://www.uxbydesign.org/2009/06/24/20-user-experience-books-you-should-own/]

Lista de Livros e Resenhas
[http://usabilidoido.com.br/cat_resenhas_de_livros.html]

Slide que traz a mudança de concepção de design de produto para design de processos.

Obs: Ir direto ao slide 10 onde começa o conteúdo.

Via Vinay Mohanty [http://vinaymohanty.com/]

Disponibilizado por Creative Commons [http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/us/deed.pt]

Interessante infográfico realizado pela Experience Dynamics [http://www.experiencedynamics.com] mostrando as etapas dos usuários em toda a cadeia. Desde o perfil do usuário, passando pela interação, e chegando até o residual da experiência.

The Importance of User Experience

The Importance of User Experience

Via: David Hughes [http://www.flickr.com/photos/djahughes/300011208/sizes/l/]

Disponibilizado por Creative Commons [http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/deed.pt]

Interessante slide trazendo, e explicando, a metodologia da análise heurística em usabilidade de websites.

Via [http://www.guilhermeserrano.com.br]

Estudo desenvolvido pelo O’Relly Radar.

Via: [http://radar.oreilly.com]

Vídeo com Mike Volpe da HubSpot [hubspot.com] na Inbound Market Summit 2008 [IMS08] falando dos cuidados no redesign.

[blip.tv ?posts_id=1301194&dest=-1]